Segunda-feira, 31 de Maio de 2010

Congida - Freixo de Espada à Cinta

Congida

Congida

Congida Congida

publicado por dmpires às 14:52

link do post | comentar | favorito
|
2 comentários:
De M. Oliveira a 31 de Maio de 2010 às 19:22
Ali, onde o muro acaba e a cancela começa, é a entrada para os socalcos das oliveiras, das laranjeiras e das amendoeiras que, quando floridas, são atracção e deslumbramento.
E a cancela pode contemplar, também, o Douro transformado num grande lago, num sereno e tranquilo lago, que abraça a Congida e a deixa espelhar-se nas suas águas transparentes.
E neste paraíso, onde o sonho impera, há recordações, há memórias, há saudades...
Em jeito de homenagem a ti, António Azevedo, e à Congida do teu coração, dedico este poema que escreveste pouco tempo antes de partires.

Congida

I
Sobre o arado das águas, sulcando teu leito bordado de virgindade, defendida por castelos e gigantes de granito, que só os grifos, em seu planar circular, sabem da altura, voo.

II
Acima dos lábios das margens, teu púbis é um bosque de lodões, que o sobreiral e o fragaredo continuam arribas acima.
Rente à tremura da água, esvoaçam garças-reais, depenicando-a, de longe em longe.
No morro, o abutre-do-egipto, embalsamado de hirteza, espreita a morte, qual Osíris a chegada de um mortal para lhe pesar a alma.

III
Aqui mora o princípio: para além da guerra e da paz e dos pombais da Civilização, as boas selvagens pombas das fragas, acima do simbolismo de suas irmãs civilizadas, despegam, em voo assustado, do seu inacessível fragoso reduto, voltado para o meio-dia.

IV
De regresso ao cais, a chuva vem ao meu encontro, trazendo-me a lembrança das águas primordiais, nascentes diluvianas que fizeram mares.

V
Dei o óbolo ao barqueiro, que me trouxe à vida, naturado, limpo e ressuscitado. A Civilização é um pecado, que a Natureza dificilmente nos irá perdoar.

(António Manuel Caldeira Azevedo)


A barca já chegou ao cais, porque o sol está a desaparecer no horizonte. Por isso a cancela fecha-se para abrir, novamente, quando o sol raiar.
De mb a 6 de Junho de 2010 às 22:30
Lindo, é de facto bonito e acalma a alma, temos que ir à procura de mais sítios bonitos

Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.melodias


Pablo Alboran - Perdóname (con Carminho) por PabloAlboran-Official

.Julho 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.Relógio

.arquivos

.favoritos

. S. Lourenço - Chaves

. Santa Valha - Valpaços

. Santiago do Monte - Chave...

. 150.000 VISITANTES

. 100.000 VISITANTES

. 50.000 Visitantes

. Pitões das Júnias - Monta...

. Quintela - Valpaços

. Carvela - Chaves

. S. Domingos - Valpaços

.links

.tags

. todas as tags

.Mosaico

www.flickr.com
Este é um módulo do Flickr que mostra as fotos de um álbum chamado Cancelas. Faça o seu próprio módulo aqui.

.Olhares

.Olhares on line

online

.O Tempo em Chaves


Weather Forecasts | Weather Maps | Weather Radar

.Lumbudus

blog-logo
blogs SAPO

.subscrever feeds